Objetiva-se publicar biografias, histórias de vida e de batalhas relativas à Revolução de 1932. Caso saiba de algo, entre em contato. Para maiores informações envie mensagem à malusim53@yahoo.com.br.

sábado, 12 de setembro de 2015

Aniversário de Jaguariúna, 2015.



12 de Setembro de 2015,  61 anos de emancipação politico – administrativa da cidade de Jaguariúna, SP.




                                                                                       M. H.T. S.Melo

                      Quadro representando o Brasão de Jaguariúna, 
                       exposto no saguão da Prefeitura Municipal.




Parabéns Jaguariúna, a “Estrela da Mogiana” e “Bonita por Natureza”!!!!!!






Partes da História.




Em 1894 era apenas um lugarejo com fazendas, sítios e a estrada de ferro. Foi neste tempo e cenário que o Coronel Amâncio Bueno teve a idéia e a ousadia de realizar no local mudanças que transformaram o lugar em Vila. O primeiro passo foi a construção de uma Igreja e desde então a Vila Bueno, posteriormente Vila Jaguary  e por fim Jaguariúna veio, através dos anos, se transformando até chegar na bela cidade que, hoje, é destaque no cenário nacional e internacional.

Jaguariúna significa “rio das onças pretas”.





                                                    M.H.T.S.Melo/2015

Igreja Matriz Centenária.



Entre muitos acontecimentos históricos, Jaguariúna também teve seu destaque durante a Revolução Constitucionalista de 1932 onde alguns de seus cidadãos participaram, como voluntários, deste evento.
São eles (conhecidos até o momento):
Alfredo de Souza ,
 Alfredo Guedes,
Nabor de Moraes (morto, em 1932, devido a ferimentos durante combate) e
Valdomiro Chiavegato.

Honra a estes Heróis e que a cidade não esqueça jamais de homenagea-los.



O Núcleo de Correspondência “Trincheiras Paulistas de 32 de Jaguariúna” parabeniza Jaguariúna pelo seu aniversário!!!



Fonte de consulta.

Publicação da Editora Gazeta Regional Ltda., setembro de 2012.

MELO, Maíra Toledo Silveira, Monografia,“Vila Bueno”, Turismo Gastronômico em Jaguariúna, janeiro de 2006.




Editado e publicado por Maria Helena de Toledo Silveira Melo.












Nenhum comentário:

Postar um comentário