Objetiva-se publicar biografias, histórias de vida e de batalhas relativas à Revolução de 1932. Caso saiba de algo, entre em contato. Para maiores informações envie mensagem à malusim53@yahoo.com.br.

quarta-feira, 31 de julho de 2013

GENEVEL FERREIRA



 Voluntário na Revolução Constitucionalista e combateu em Sapecado, atual Divinolândia.

O Sr. Genevel Ferreira nasceu na cidade de Jaú, SP no dia 28 de maio de 1898 era filho do Sr. Antonio Joaquim Ferreira e da Sra. Maria Luísa Pereira Ferreira, foi casado Olga Maria Cavezzale Ferreira e faleceu em 01 de fevereiro de 1973 em São Paulo, SP.  Era farmacêutico e trabalhava na farmácia do Departamento da Imigração onde se localiza, atualmente, o Museu do Imigrante.

Divinolândia, antiga Sapecado, está situada na Região Estradas e Bandeiras no Estado de São Paulo, faz limite com São José do Rio Pardo, Caconde, São Sebastião do Grama e Poços de Caldas.

Havia escassez de alimentos no Batalhão ao qual o Sr. Genevel pertencia, mas segundo ele, “se alimentavam de um ideal chamado Patriotismo!”.





                        
A foto mostra as panelas vazias.
 Sr. Genevel está em pé no meio da última fileira. 



Da direita para a esquerda, na segunda fila, o primeiro posicionado atrás do soldado afrodescendente esta o Sr. Genevel.




Sr. Genevel é o segundo da direita para a esquerda.




Próximo à parte dianteira em pé esta o Sr. Genevel, segurando a baioneta.




Fotografias enviadas pelo Sr. Newton Pontes, neto do Sr. Genevel Ferreira.

Dados biográficos  www.myheritage.com.br/photo



sexta-feira, 26 de julho de 2013

VISITA AO MUSEU HISTÓRICO E PEDAGÓGICO PRUDENTE DE MORAES



Secretaria de Turismo e Cultura de Jaguariúna e NC “Trincheiras Paulistas de 32 de Jaguariúna” visitam exposição temática Revolução 1932 na cidade de Piracicaba em 18 de julho de 2013..



À esquerda Maria Helena de Toledo Silveira Melo, Presidente do Núcleo de Correspondência  "Trincheiras Paulistas de 32 de Jaguariúna", Sandra Regina de Souza, Assessora da Secretaria de Turismo e Cultura de Jaguariúna, Márcia Josele Hossri Faria Coelho, Diretora de Turismo de Jaguariúna, Maria Antonieta Sachs Mendes, Diretora do Museu Histórico e Pedagógico "Prudente de Moraes" e Alexandre Lopes, Assistente e Auxiliar Administrativo do Museu.




Placa em metal aluminizado com as armas de São Paulo.
 Veteranos que possuíam essa peça costumavam pendura-la à frente de suas residências.



Estatueta em metal representando o Soldado Constitucionalista.





Cartaz de 1982 no cinquentenário da Revolução de 1932.






Diversas peças originais e ao fundo a Bandeira que foi salva por uma senhora que escondeu-a embaixo de sua saia evitando que fosse incinerada. 





Algumas flâmulas comemorativas e outras peças originais de 1932.





À esquerda Marcia Josele Hossri Faria Coelho, Diretora de Turismo de Jaguariúna e Maurício Fernando Stenico Beraldo, Assistente de Programação e Ação Educativa do Museu durante sua explanação sobre a Revolução de 32.




Certificado de doação de ouro para o bem de São Paulo.




                           Farda usada por um voluntário durante a Revolução Constitucionalista.




Faixa usada no braço dos Veteranos de 32 entre outros acessórios.




O Museu Histórico e Pedagógico Prudente de Moraes esta localizado na rua Santo Antonio, 641 na cidade de Piracicaba, SP no edifício que foi  residência de Prudente de Moraes.
Para saber mais sobre o Museu acesse o link a seguir. 


Agradecimento especial à Diretora do Museu H. e P. Prudente de Moraes, Maria Antonieta e sua equipe pela recepção cordial com que fomos recebidos.

quinta-feira, 18 de julho de 2013

DIPLOMA MMDC



Recebi o Diploma da Medalha MMDC de Maria Antonieta Sachs Mendes, diretora do Museu Histórico e Pedagógico Prudente de Moraes e representando o Núcleo “Voluntários de Piracicaba” em 18 de julho de 2013 em Piracicaba, SP.


À esquerda Maria Antonieta Sachs Mendes, Diretora do Museu Histórico e Pedagógico Prudente de Moraes e Maria Helena de Toledo Silveira Melo, Presidente do NC “Trincheiras Paulistas de 32 de Jaguariúna”




À esquerda Alexandre Lopes, Assistente e Auxiliar Administrativo do Museu H. P. Prudente de Moraes, Sandra Regina de Souza, Assessora da Secretaria de Turismo e Cultura de Jaguariúna, Maria Antonieta Sachs Mendes, Maria Helena de Toledo Silveira Melo, Márcia Josele Hossri Faria Coelho, Diretora da Secretaria de Turismo e Cultura de Jaguariúna e Mauricio Fernando Stenico Beraldo, Assistente de Programação e Ação Educativa do Museu H.P. Prudente de Moraes.





À esquerda Sandra Regina, Maria Antonieta, Maria Helena e Márcia Josele.




Frente do Diploma da Medalha MMDC



Verso do Diploma da Medalha MMDC.



quinta-feira, 11 de julho de 2013

O 9 DE JULHO EM SÃO PAULO E A CONCESSÃO DA MEDALHA DA CONSTITUIÇÃO NA ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA


       Na manhã da terça feira do dia 9 de Julho de 2013, a maior data cívica do Estado de São Paulo, comemorou-se os 81 anos da Revolução Constitucionalista de 1932 com o belíssimo desfile de cidadãos paulistas, civis e militares pela avenida Nove de Julho, nas imediações do Parque Ibirapuera, em São Paulo, homenageando a memória deste que foi o maior movimento cívico da história de nosso estado.
       Após a realização do desfile, houve sessão especial em resgate ao significado histórico da Revolução Constitucionalista de 1932, em muito concorrida por diversas autoridades de escol, tanto civis quanto militares da Polícia Militar do Estado de São Paulo, Marinha do Brasil, Exército Brasileiro e Força Área Brasileira.
       Às diversas homenagens prestadas, deu-se também a concessão da maior honraria constitucionalista e também maior honraria da Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo, a qual, até 9 de maio de 1989, era concedida apenas à veteranos da Revolução de 1932, a saber, a MEDALHA DA CONSTITUIÇÃO.
    Na concessão do ano de 2013, dentre as várias personalidades contempladas, estiveram os presidentes de núcleos base e de correspondência da Sociedade Veteranos de 32/MMDC.


    Os Núcleos de Correspondência (NCs), iniciados que foram em 2011, nos seus quase dois anos de existência, tornaram-se o principal veículo de divulgação da Sociedade Veteranos de 32/MMDC via rede mundial de computadores. 
       Atualmente em número de dezenove, os NCs foram objeto de especial menção da Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo, ao terem seus respectivos presidentes e presidentas sido agraciados pelos relevantes serviços prestados ao resgate, à pesquisa e à divulgação da Epopéa de 32, com a sua maior condecoração

.: A MEDALHA DA CONSTITUIÇÃO :.


A Medalha da Constituição foi criada pela resolução de numero 330 de 25 de Junho de 1962 nos seguintes termos:

A Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo resolve:
 

Artigo 1° - Fica instituída a medalha denominada “Medalha da Constituição”, com a finalidade de condecorar todos aqueles que tomaram parte, tanto na linha de frente como na retaguarda, na Revolução de 9 de julho de 1932, ao lado do Exército Constitucionalista.
Artigo 2° - A “Medalha da Constituição” será conferida, a partir de 1962, a todos os participantes da Revolução Constitucionalista que lutaram ao lado de São Paulo, mediante as seguintes condições:
 

    a) terem participado do Movimento Constitucionalista deflagrado pelo Governo e povo paulista em 9 de julho de 1932, na condição de militar ou civil, sem distinção de graduação ou posto, tanto na linha de frente como na retaguarda, desde que provada, por documentos hábeis, devidamente legalizados, sua participação no movimento para a reconstitucionalização do Brasil;
    b) terem prestado serviços, como escoteiros, tanto nos hospitais de sangue na linha de frente e da retaguarda, como nos demais serviços de assistência, quer nos departamentos militares, quer nos civis.


 Diploma da Medalha da Constituição recebido pela presidenta do 10º NC Maria Helena de T. S. Melo em 9 de Julho de 2013


Artigo 3° - A “Medalha da Constituição” será concedida por proposta dos Comandantes Militares do Exército Constitucionalista, dos membros componentes do Governo aclamado pelo povo paulista em 10 de julho de 1932, ou dos dirigentes civis dos vários serviços do M.M.D.C.




 A CONCESSÃO DA MEDALHA DA CONSTITUIÇÃO NA ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE SÃO PAULO EM 9 DE JULHO DE 2013


       Presidida pelo Exmo. Sr. Deputado Estadual Major Sérgio Olimpio Gomes, a mesa de honra foi composta pelo Presidente da Sociedade Veteranos de 32/MMDC,. o Comandante Geral da Policia Militar do Estado de São Paulo e de Oficiais Generais das três Forças Armadas brasileiras. 
       Foram agraciados com a Medalha da Constituição os presidentes dos Núcleos de Correspondência de Itapetininga (Jefferson Biajone), Piracicaba (João Egydio Tisiani), Cruzeiro (Anderson Luiz Alves dos Santos), Araçatuba (Carlos Henrique Lorenço Rovina), Jaguariúna (Maria Helena de T. S. Melo), São Pedro (João Francisco de Aguiar), Presidente Prudente (Vitor J. Bazzo), Santo André (Silvio Luiz da Rocha), Catanduva (Eduardo Ceneviva Berardo), Campina de Monte Alegre (Gisele Arruda Domingues), Osasco (Claudemir Portilho Mateus Júnior), Campinas (Antonio Carlos Soares) e Amparo (Guilherme Mantovani Coli).


Autoridades da mesa de honra


 
Soldados Constitucionalistas sendo representados junto à mesa de honra

Alguns dos presidentes de NC no momento da chamada para a condecoração

Alguins dos presidentes de NC sendo condecoradas pelas autoridades presentes

 
Alguns dos Presidentes de NC após a condecoração em agradecimentos

Sra. Camila Giudice, Presidente do COFAM da Sociedade Veteranos de 
32/MMDC e o prof. Jefferson Biajone, 1º NC.


Presidenta Maria Helena T. S. Melo 

 (esq para dir) Dr. Vitor Egydio Tisiani representando seu pai, o Sr. Egydio J. Tisiani, Conselheiro do 2º NC, Sr. William Worth, Comandante do Exército Constitucionalista, Prof. Jefferson Biajone, presidente do 1º NC e Maria Helena T. S. Melo, Pres. do 10º NC


Alguns dos presidentes de NC e de NB reunidos (esq para dir):
D. Maria Helena T. S. Melo, 2º NC; Sr. Guilherme M. Coli, 19º NC; Prof. Jefferson Biajone, 1º NC; 1º Ten PM Dr. Rodrigo G. Varrotti Pereira, NB Maçônico; Cap BM Anderson L. A dos Santos, 5º NC; Dr. João F. de Aguiar, 12º NC, Dr. Vitor E. Tisiani, 2º NC; e Al Of PM Ricardo de G. Correia, NB APMBB.


Coronel Ventura, Presidente da Sociedade Veteranos de 32/MMDC agradece à condecoração realizada pela ALESP aos presidentes de núcleos


.: SOLENIDADES QUE OCORRERAM ANTES DO DESFILE DE NOVE DE JULHO :.


Assunção do novo comandante do Exército Constitucionalista da Revolução de 1932

O Sr. Amado Rubio passa o comando do Exército Constitucionalista ao Sr. William Worth.

Sr. Amado Rubio, à esquerda fazendo a transferência do comando ao Sr. William Worth, na presença do Exmo. Governador Geraldo Alckmin e de outras personalidades civis e militares.

O novo comandante William Worth ao assumir 
o comando do Exército Constitucionalista



MOMENTO SOLENE EM QUE SÃO CONDUZIDAS AS CINZAS DE SOLDADOS CONSTITUCIONALISTAS AO MAUSOLÉU DA REVOLUÇÃO DE 1932,



Policiais Militares em guarda ao Mausoléu

Policiais Militares em guarda ao Mausoléu

                                           
Alunos Oficiais da APMBB transportam as urnas contendo as cinzas dos veteranos de 32

O presidente Cel Ventura acompanha o transporte das urnas

Ato religioso em homenagem aos veteranos de 32

Homenagem aos veteranos de 32


ALGUMAS IMAGENS DO GRANDIOSO DESFILE 
EM COMEMORAÇÃO AO NOVE DE JULHO















































Fotos - Sr. Antonio C. Aristides e Maria Helena T. S. Melo