Objetiva-se publicar biografias, histórias de vida e de batalhas relativas à Revolução de 1932. Caso saiba de algo, entre em contato. Para maiores informações envie mensagem à malusim53@yahoo.com.br.

quarta-feira, 14 de novembro de 2012

Léo Silveira Mello - voluntário por Piracicaba






Nasceu em Piracicaba em 16 de maio de 1913. Foram seus pais, Estanislau Silveira Mello e Antonia da Costa Silveira Mello.

Diplomou-se pela Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiróz”, em 1938.

Em 1939 foi nomeado professor da Escola Profissional “Dr. Carolino da Motta e Silva”, em Espírito Santo de Pinhal, cargo que exerceu até 1955, quando então foi designado como Diretor da mesma Escola.

Como engenheiro-agrônomo possuía diversos títulos e inúmeros trabalhos executado dentro de sua especialização.

Casou-se com Ruth Vergueiro Silveira Melo e dessa união teve os seguintes filhos: José Eduardo, Luiz Antonio e Roberto.

Em 1959 mudou-se de Espírito Santo de Pinhal para a cidade de São Pedro. Foi eleito vereador à Câmara Municipal, de janeiro de 1960 a fevereiro de 1969. Foi agraciado com o título de “Cidadão Sampedrense”, outorgado pela Câmara Municipal de São Pedro.

Como sócio e na direção da Fazenda São Pedro, nesse município, participou de inúmeras atividades e obras de benemerência em prol dos mais necessitados, tendo deixado durante os anos que morou nessa cidade, inúmeros amigos.

Em 1972 transferiu-se com a família para Piracicaba e foi readmitido no serviço público na CATI, em Campinas, com o cargo de Assistente de Planejamento Agropecuário, onde permaneceu até 1978. Neste mesmo ano foi obrigado a afastar-se por motivo de doença e dois anos depois aposentou-se, vindo a falecer em 6 de agosto de 1982.


Foi Voluntário na Revolução Constitucionalista de 1932.
Alistou-se na cidade de Piracicaba (SP) sob o número 526.


Documento comprobatório

Recebeu a MEDALHA DA CONSTITUIÇÃO







Carteira de estudante.




As informações e documentos foram fornecidos por seus filhos Roberto Silveira Mello e Luiz Antonio da Silveira Melo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário